Polibienestar2019-01-12T17:37:08+00:00

Project Description

INSTITUTO DE PESQUISA POLIBIENESTAR

UNIVERSITY OF VALENCIA (SPAIN)

Polibienestar é um Instituto de Investigação Pública pertencente à Universidade de Valência. É especializado em investigação, inovação e tecnologia social, assessoria técnica e formação na área de políticas públicas. A sua missão é a melhoria do Bem-Estar e Qualidade de Vida da sociedade.

O Polibienestar é composto por uma equipa interdisciplinar com 34 investigadores séniores e 24 júniores com experiência nacional e europeia dos departamentos de Medicina Preventiva e Saúde Pública; Didática e Organização Escolar; Ciências da Educação; Personalidade, Avaliação e Tratamento Psicológico; Economia aplicada; Marketing; Direito trabalhista; Lei comercial; Serviço Social e Serviços Sociais; Sociologia e Antropologia Social. Esses investigadores são provenientes de nove universidades nacionais (Universidade de Valência; Politécnico de Valência; Universidade de Jaume I de Castellón; Universidade de Burgos; Universidade de Murcia; Universidade de Castilla-La Mancha; Universidad de Extremadura; Politécnico de Madrid; e Universidade del País Vasco) e 2 Internacionais (Universidade de Concepción, Chile; e Universidade Autónoma de Encarnación, Paraguay).

O Polibienestar desenvolve investigação interdisciplinar aplicada às ciências sociais. Essa perspetiva interdisciplinar é necessária para responder à complexidade dos sistemas previdenciários e permite ao Polibienestar desenvolver, a partir de investigações inovadoras e clássicas, análises e soluções efetivas para novos desafios sociais. Nesta linha, o Polibienestar faz assessoria à Administração e entidades privadas na conceção, planeamento e implementação de políticas e serviços de bem-estar social.

O Polibienestar tem uma vasta experiência em fundos europeus com mais de 30 projetos em diferentes programas da Comissão Europeia, tais como: VI e VII Framework; Ambient Assisted Living (AAL); II e II Saúde da DG Sanco; III Daphne e DG Justiça; Aprendizagem ao longo da vida; Erasmus +; COSME; Cooperação transfronteiriça no Mediterrâneo; Progresso; ou Quadro de Competitividade e Inovação.

No campo do Autismo, o Polibienestar é membro da Fundación Miradas no âmbito da cadeira “Miradas por el Autismo”, que visa promover os direitos das pessoas com Autismo e suas famílias, e reforçar as capacidades e competências dos profissionais que trabalham com eles.

Além disso, na sua equipa têm funcionários com mais de 20 anos de experiência que trabalham com pessoas com deficiência, tanto em serviços educativos e de assistência, quanto em investigação, seguindo uma abordagem de inclusão que visa incentivar e promover a qualidade de vida entre eles e as suas famílias.

Equipa envolvida

Jorge Garcés Ferrer
Jorge Garcés FerrerCoordenador IPA+. Professor e Diretor da Polibienestar
Professor Catedrático da Universidade de Valência e Diretor do Instituto de Investigação Polibienestar. Ex-Presidente do Príncipe das Astúrias na Universidade de Georgetown (Washington) durante o período 2014-2016. Também foi professor convidado na Universidade de Innsbruck (Áustria) e na Universidade Erasmus em Roterdão (Holanda), bem como investigador convidado nas Universidades de Washington, Oxford e Cambridge. Como cientista social, desenvolve o seu trabalho no Polibienestar. A sua investigação centrou-se na Política Social comparada na Europa, especialmente no envelhecimento e inovação social e no aumento da eficiência e eficácia das políticas de cuidados prolongados na Europa. Foi investigador principal ou membro de equipas de investigação em quase 100 projetos e contratos de investigação com as administrações europeias, regionais e locais. Participou como perito na Comissão de Política Social do Parlamento Espanhol e em diferentes comissões organizadas pela Comissão Europeia.
É autor / co-autor de 25 livros e mais de 100 artigos científicos e participou em quase 200 conferências nacionais e internacionais, especialmente relacionadas com políticas sociais. O seu trabalho apareceu em editoras de prestígio internacional, como Nova Publishers, Routledge, McGraw-Hill e Peter Lang. Também publicou ensaios e artigos de opinião na imprensa especializada, bem como alguns livros sobre literatura costumbrista valenciana e literatura infantil. Em 2009, recebeu o Doutoramento Honoris Causa pela Universidade de San Pedro na República do Peru, em 2013 pela Universidade Autónoma de Encarnação (Paraguai) e em 2016 pela Universidade Jaume I de Castellón. Em 2015, a Universidade de Burgos concedeu-lhe uma medalha pelos serviços prestados.
Ascensión Doñate-Martínez
Ascensión Doñate-MartínezResponsável pelo Projeto IPA+ e investigadora
Psicóloga, Mestre em Neurociências e Doutorada no campo das Ciências Sociais. É investigadora do Polibienestar em temas como o Autismo, promoção da saúde, envelhecimento, sistemas de estratificação de risco, gestão de doenças crónicas, atenção integrada, políticas de saúde pública, tecnologias de vida assistida, reforço de competências de profissionais de saúde e assistência social, Estados de Assistência ou de proteção à infância. Tem experiência em programas europeus, tais como: Erasmus +, Aprendizagem ao Longo da Vida, VII Estrutura, II & III Programa de Saúde, AAL, Ações de Custo ou III Daphne.
Os resultados da sua investigação foram publicados em periódicos indexados no ISI-Journal Citation Reports, como Archives of Gerontology e Geriatrics, e foram apresentados num grande número de conferências científicas e académicas nacionais e internacionais. Além disso, foi investigadora visitante no Departamento de Saúde Pública do Centro Médico Erasmus em Roterdão (2015) e na Faculdade de Serviço Social da Universidade da Islândia (2016).
José Luis Cuesta Gómez
José Luis Cuesta GómezEspecialista em autismo e investigador
Doutorado em Ciências da Educação e Pedagogia. É o diretor da cadeira “Miradas por el Autismo” e membro do conselho de administração da Associação Espanhola de Profissionais de Autismo (AETAPI); do qual foi presidente por seis anos. Tem mais de 20 anos de experiência com pessoas com deficiência, tanto em serviços educativos e de assistência, como em investigação. Já foi palestrante de um grande número de conferências nacionais e internacionais sobre Autismo e deficiência e é autor de várias publicações nesses tópicos. As suas principais áreas de pesquisa no campo do Autismo são focadas na abordagem da qualidade de vida, qualidade de serviços, inclusão social e trabalho e desenvolvimento de serviços especializados.
Atualmente, é também diretor do “Curso de Especialista em Aplicação de TICs na intervenção com pessoas com Autismo” que é ministrado na Universidade de Burgos.